Beach Park – os custos do Aqua Park

Padrão

Eu nunca entendi direito o que as pessoas vão fazer em parques aquáticos mundo afora que não vem com uma praia junto :mrgreen:! 

Ultimamente, nas poucas idas ao Beach Park, a gente tem preferido aproveitar a praia mesmo, sem entrar no parque aquático. Nos fins de semana, a partir do meio-dia, sempre tem uma banda de pop rock tocando na praia e fica aquele clima leve, de férias mesmo.  

 

Funciona como uma alternativa às barracas da Praia do Futuro, mais tranquila e onde se pode relaxar mais, diante da ausência dos vendedores ambulantes e pelo fato de oferecer maior segurança.  Como desvantagem, a distância da cidade. Levo aproximadamento 40 minutos para chegar lá. Eu sei que o Riq não vai concordar comigo, pois tem uma dúzia de praias no Ceará mais interessantes do que o Porto das Dunas para conhecer, inclusive próximas à Fortaleza e ao lado do Beach Park, como a Prainha.

O Porto das Dunas, praia do município de Aquiraz onde fica o Beach Park, já foi, na minha opinião, a praia onde se fazia o aproach mais bonito. Ninguém resistia à chegada, vendo do alto o coqueiral imenso emoldurando a praia lá em baixo. Infelizmente, a urbanização está matando a vista aos poucos. Muita gente já mora no Porto das Dunas, inclusive tem um Alphaville ali.

Do alto, já se vê mais casa do que coqueiro. Uma tristeza.

A despeito disso, o Beach Park é um grande atrativo para quem escolhe Fortaleza. Quem vem de fora, faz questão de ir ao Aqua Park. O programa é bacana mesmo. Eu diria, imperdível para aqueles acompanhados de crianças e adolescentes. Caso você não se encaixe nessas duas categorias, mas for um “menino grande”, do tipo que vai em parques mundo afora, também vai curtir. 

O único senão é o preço, como se discutiu aqui. Você praticamente fica refém, pois mesmo tendo outras opções próximas, como o restaurante de praia do Aquaville ou os pequenos restaurantes localizados na estrada de acesso à Sabiaguaba, não ficam numa distância tal que não atrapalhe sua programação no parque aquático. 

CHEGANDO DE CARRO

Acredito que nas próximas férias, a estrada que leva ao Beach Park já estará toda duplicada. Em muitos trechos a área já está inclusive terraplanada. 

Para quem estiver num veículo com tração, após descer a ladeira de acesso ao Beach Park, dobre à direita, mas ignore o estacionamento. Vá circundando o muro do complexo, dobre à esquerda no primeiro acesso à praia, depois esquerda de novo no final do muro, em vez de seguir para a praia. Você logo verá uma área que fica entre a barraca da praia e o Aqua Park feita de estacionamento. Vai economizar o estacionamento e  vai sobrar não só mais dinheiro como energia para gastar no Aqua Park, pois do estacionamento até a entrada a caminhada seria longa. Perceba que a ponte no fundo da foto é a rampa que dá acesso ao Aqua Park. Embaixo, o estacionamento dos 4×4.

A LOGÍSTICA

No dia 31 de julho, o ingresso do adulto estava R$110,00 e o de criança até 12 anos, R$100,00. Crianças até 1 metro de altura não pagam – mas também mal brincam. Muitas atrações são proibidas para elas. Ainda na entrada, é aconselhável locar um armário para guardar seus pertences e ficar livre-leve-e-solto para curtir o parque. É cobrada uma caução pelo armário de R$20,00, devolvida no final do dia.

 

A dúvida sobre qual armário locar dependendo do volume dos seus pertences, você tira ainda na fila.

  

O consumo com alimentação é todo feito através de um cartão feito para pendurar no pescoço, portanto você não vai precisar carregar dinheiro. Abasteça o cartão com um valor ligeiramente superior ao seu planejamento. Embora possa recarregá-lo a qualquer momento, é muito chato ver os créditos acabarem no momento de pagar o almoço, pois você não poderá recarregar ali, na hora. Ainda na entrada, acima da bilheteria, foi colocado um aviso de que a média dos gastos é de R$25,00 por pessoa. Da última vez, gastamos um pouco mais. Chegamos por volta de meio-dia e saímos antes das 16h. Se você puder, fuja do bandejão que tem lá dentro. O custo-benefício não compensa. Almoçamos lá, afinal, com uma criança de 3 anos, nenhum outro esquema suplanta a facilidade do self service.  

Para não pegar ninguém de surpresa, aqui vão alguns preços cobrados no parque:

 

About these ads

»

  1. Frequentei bastante esse local, tendo idos quando era possível fazer passaporte por cinco anos. Confesso a vc, que depois do segundo ano, quase a gente não foi mais lá. Os preços são salgados demais, mesmo se comparados a níveis internacionais. Sei não, deveria haver promoções mais baratas para os residentes em Fortaleza. E, realmente, a praia está longe de ser classificadas entre as mais bonitas das bandas daqui.

    • Conheci o Beach Park em 1988, pequeno ainda.Passei a frequentar sempre que estava em Fortaleza.Foi aumentando de tamanho e cada vez melhor. Apesar dos preços altíssimos a qualidade era tambem muito boa. Mas nos últimos anos o Beach Park popularizou – OS PREÇOS CONTINUAM MUITO ALTOS – e deixaram de se preocupar com a qualidade. A última vez que entrei no parque foi em 2003. Ainda vou sempre, mas somente à praia. Pra mim não vale mais a pena.

  2. Sempre tive muita vontade de conhecer o Beach Park. Ainda não tive a oportunidade, mas, com essas dicas, agora posso direcionar esse meu passeio. Vou “gastar” um dia a mais para ficar na praia… Só a sensação da brisa do ceará, com música ao vivo, petiscos e uma água de coco gelada me deixam bem animado.

    Acho que, para a primeira visita, é interessante ir nas pisicinas, tobogãs e afins do Beach Park (e é o que vou fazer), mas depois desse post, acho que vou aproveitar muito bem tb a praia…

    Abraços!

    • Olá, Marcio!
      Quanta honra! Meu grande desafio agora é conseguir atualizar o blog, estou fazendo mestrado em Direito, mas farei o máximo para publicar sempre alguma coisa! Abs e obrigada pela visita!

  3. O site está de parabéns pelas dicas. Ganhei duas entradas para o Beach Park e estava temendo a variação de preços que poderia existir, agora estou bem esclarecida e talvez nem compense usufruir da premiação, estou vendo que o gasto lá dentro chega a quase o valor da entrada.

  4. Lili, em janeiro tenho férias com as meninas. Você acha bacana ir a Fortaleza e alugar um carro ou ficar em alguma praia próxima? Não tava afim de resortão at all. Mas a Lorena vai ter 1a e 2 meses. O que sugere?

  5. Lili,
    Acompanho seus comentários lá no VnV, além de visitar seu espaço.
    Terei 10 dias no Cerá e gostaria de ficar descansando uma parte do tempo em uma praia mais afastada da capital (Jeri não dá). Até agora, só me veio o Vila Galé em Cumbuco, que não achei tão legal quanto os resorts da Bahia. Sugere algo? Não precisa ser um resortão, poderia ser uma pousada de charme. Agradeço se puder responder.

    • Sheila, tenho uma sugestão pra você que eu mesma irei testar na próxima oportunidade – mas que me foi muito bem recomendada por amigos que já estiveram por lá. É a pousada Villa Mango, que fica em Icaraizinho de Amontada, mais perto da capital do que Jeri. Na categoria resorts, outro bem cotado é o Dom Pedro Laguna, em Aquiraz. Também gostaria de lhe sugerir uma visita ao blog da Alison, a quem fui apresentada pelo Riq na última vez que ele esteve em Fortaleza e que possui um trabalho primoroso no levantamento das pousadas do nosso litoral: http://www.hiddenpousadasbrazil.com
      Disponha!
      Bjos, Lili

      • Lili,
        Obrigada pelo retorno. A Boia tinha me passado a dica da Villa Mango, adorei! Um charme mesmo!
        Mas ficou uma dúvida: quero descansar, mas tbém conhecer a área pra não ficar muito parada. A região tem atrativos para 5 dias? Devo estar de carro alugado.
        Bjs!

      • Sheila, com o tempo disponível, acho uma ótima oportunidade para você conhecer as praias do Litoral Oeste do Ceará, sem ter que se submeter a cansativos bate-e-voltas a partir de Fortaleza. Por ali tem a Praia da Lagoinha, onde tem um ótimo restaurante chamado Fullxico, tem a Praia da Baleia, tem Flexeiras, que é linda e tem um banho de mar muito gostoso, de águas quentes e calmas, além da própria praia onde fica a Villa Mango. A quantidade de dias depende muito do seu ritmo.

      • Lili,
        Já estou cotando com a Villa Mango. E tbém me interessei pelo Rede Beach, sobre o qual a Erika relatou lá no “Outros ares”. Mas bateu uma dúvida: qual a melhor localização pra conhecer a região: Icaraizinho, Flecheiras, Guajiru ou Lagoinha? A primeira não fica fora de mão?

      • Sheila, não tenho muita noção das distâncias entre as cidadezinhas, mas a estrada é muito boa! Acredito que você não terá problemas nos acessos às localidades.

  6. Curti todas as informações aqui postadas. Parabens pela maneira dinâmica que sana as duvidas de quem está planejando uma viagem à Fortaleza.

  7. Adorei as dicas …tb estava comedo de ser pega de Surpresa !!!! Enfim estar de acordo com o orçamento q planejei:) to chegando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s