Palácio de Buckingham – visitando os State Rooms

Padrão

Considerei a visita ao Palácio de Buckingham o ponto alto de Londres, tanto pela representatividade que a realeza possui na cultura britânica, como pela oportunidade de conhecer um palácio cujos ocupantes encontram-se em plena atividade.

Normalmente ele abre por um curto período, no final de julho, início de agosto, quando a Rainha Elizabeth parte para os seus domínios escoceses e o Palácio fica fechado para as atividades de estado e aberto para a visitação turística.

Foi bem especial o fato de estarmos em Londres no início de julho. Neste verão, ele abriu de 30 de junho a 8 de julho, somente, e novamente a partir de 31 de julho, ficando aberto até 7 de outubro de 2012. Então, se você estará em Londres nesse período, meu conselho é um só: APROVEITE!

Exitem quatro tipos de visitas: Buckingham Palace State Rooms, The Queen’s Gallery, The Royal Mews e Royal Day Out, sendo que esse último é a junção dos três primeiros. Todos incluem a mostra Diamonds – A Jubilee Celebration. Ainda existe a possibilidade de agregar aos State Rooms uma visita aos jardins do palácio: Highlights Garden Tours.

Compramos os ingressos para The Buckingham Palace State Rooms pela internet, no site oficial. Custa £18. De quebra, você leva junto a exposição das jóias da Rainha, que foram reorganizadas numa exibição especial em razão do jubileu. Os ingressos têm dia e hora marcados e é preciso trocar o recibo enviado pela internet pelos ingresos físicos. Atrasos não são tolerados, pelo menos é o que diz o panfleto entregue junto com os ingressos na bilheteria.

Os preços :

The State Rooms, The Queen’s Gallery ou The Royal Mews: £ 18,00

Royal Day Out: £ 31,95

State Rooms e Highlight Garden Tour: £ 26,50

Para chegar ao Palácio, a estação de metrô é Victoria ou St. James Park.

A bilheteria fica na Buckingham Palace Road.

 

Anúncios

Sobre Liliane Gondim

Curiosa até não poder mais, amo viajar, com especial predileção pelos destinos onde se exige passaporte, mas se dispensa o visto. Amo ler, qualquer coisa, basta ser bem escrita e envolvente. Não tenho o espírito elevado a ponto de comer de tudo, mas creio que um povo pode ser compreendido a partir de sua comida. Por fim, constato todos os dias que Deus não dá asa à cobra.

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s